Você sabia que uma a cada seis pessoas no mundo terá um AVC durante a sua vida?

Apesar dos números alarmantes, ainda é uma doença negligenciada. A população não sabe reconhecer os sintomas, não sabe que atitude tomar na vigência do quadro agudo, não conhece seus fatores de risco e adere mal à sua prevenção.

Confira abaixo orientações importantes sobre a doença, sintomas, fatores de risco, além de toda estrutura existente para tratamento de pacientes que sofreram o Acidente Vascular Cerebral.

O que é o AVC?

O Acidente Vascular Cerebral é a doença popularmente conhecida como "derrame". Ocorre quando o fluxo de sangue para o cérebro é reduzido ou bloqueado. Isto pode causar lesões cerebrais, pequenas ou severas, temporárias ou permanentes.

O Acidente Vascular Cerebral pode ser dividido em 2 tipos:

 

  • Acidente Vascular Cerebral Isquêmico: ocorre quando a circulação sanguínea cerebral é bloqueada ou reduzida. Com isso, ocorre uma redução dos níveis de oxigênio no cérebro.
  • Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico: ocorre devido ao rompimento de um vaso sanguíneo causando sangramento dentro ou ao redor do cérebro (Aneurisma Cerebral).

 

Quem tem maior chance de ter um AVC?

 

  • Idosos;
  • Alcoólatras;
  • Sedentários;
  • Hipertensos;
  • Diabéticos;
  • Pacientes cardíacos;
  • Fumantes;
  • Pacientes com arritmia cardíaca.

 

Quais são os sintomas que indicam um derrame?

 

  • Alterações do movimento e/ou da sensibilidade em uma parte do corpo;
  • Dificuldade para falar e/ou entender a fala;
  • Dor de cabeça intensa e que aparece de repente;
  • Alterações da visão, como visão dupla e/ou dificuldade para enxergar;
  • Tontura, alterações no equilíbrio (andar como bêbado);
  • Enjôo, vômito, dificuldade para engolir e/ou da perda da consciência (desmaio).

 

O que fazer na suspeita de um derrame?

Procure imediatamente um serviço de emergência hospitalar, pois o derrame poderá ser mais facilmente tratado. Para isto, é fundamental que o paciente seja levado ao hospital em até 3 horas do início dos sintomas.

Uma vida saudável reduz o risco do AVC!

 

 

Fonte: Manual do Paciente - Serviço de Hemodinâmica do Hospital Monte Sinai

  • Mantenha atividades físicas regulares;
  • Prefira alimentos sem gordura;
  • Controle a pressão arterial e o diabetes;
  • Não fume. Não beba.

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2