Hemodinâmica utiliza Stent inédito na região em treinamento para especialistas

Marco Túlio Castagna, Cardiologista Intervencionista do Mater Dei e Hospital Vila da Serra de Belo Horizonte, especialista no uso de Ultrassom Intracoronariano (USIC) esteve em Juiz de Fora, participando recentemente de um evento de dois dias com a equipe do Serviço de Hemodinâmica do Hospital Monte Sinai. Marco Túlio também é presidente da Sociedade Mineira de Cardiologia Intervencionista e Hemodinâmica (SMCIH) e, além de procedimentos ?in vivo?, fez palestra para cardiologistas convidados pelo Serviço durante uma das edições do ?Jantar Científico?, quando abordou o USIC como uma das mais importantes ferramentas para o diagnóstico da estenose coronariana.

 

Ele mostrou como o ultrassom pode ser útil no caso do Stent apresentar problemas mecânicos - por estar subexpandido ou por estar fora da dimensão adequada para o diâmetro da artéria. O procedimento mostra-se mais eficaz que a angiografia, nestes casos, pois consegue detectar a causa da reestenose (estreitamento da artéria , causado por um crescimento anormal da parede do vaso), comum em 8% dos implantes de Stents. Isso porque o USIC consegue mensurar a área do vaso, a área da placa e do lumen, correlacionando os dados com a gravidade do problema. Além disso, o procedimento oferece muitas informações que podem ser conclusivas para definir o tratamento da reestenose, seja por causa do Stent ou por outro motivo.

Durante o treinamento realizado pelo especialista em Juiz de Fora, Castagna utilizou o USIC em sete pacientes, em angioplastias complexas principalmente, sendo decisivo na escolha da abordagem adotada. Aliado ao uso do Ultrassom Intracoronariano, a equipe de Cardiologia Intervencionista da Hemodinâmica Monte Sinai foi pioneira na região no uso de um dos mais avançados modelos de Stents coronários farmacológicos: o Synergy, da Boston Scientific.

O Synergy é o mais novo Stent lançado no Brasil (aprovado pela Anvisa em janeiro de 2014), é único modelo com liberação de fármaco e absorção do polímero em três meses. Ele tem a mesma segurança e eficácia dos Stents farmacológicos de 2ª geração, mas com o benefício adicional de reduzir a exposição prolongada do polímero no vaso, minimizando suas reações adversas e possibilitando a redução da dupla terapia antiplaquetária para 3 meses.

Monte SinaiMonte Sinai

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2