Segurança garantida aos colaboradores mostra resultados

Os primeiros protocolos de atendimento a pacientes e condutas de segurança para atendimento estabelecidos no Monte Sinai datam de 31 de janeiro de 2020. Foram elaborados pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), setor que conta com enfermeira especializada e, desde meados de março, com médica infectologista exclusiva para orientação sobre as medidas mais adequadas para proteção de pacientes, funcionários e corpo clínico no que se refere à pandemia de Covid-19. A equipe ajuda o Comitê de Crise do Monte Sinai, que se reúne desde março também ( diariamente inicialmente e periodicamente agora), para definir cada fluxo e cada norma interna de segurança, com base em literatura científica, observação e adequadas à estrutura e dimensionamento da equipe do Monte Sinai.

A primeira medida tomada em março, foi quanto ao contingenciamento para não faltar EPIs, o que era uma realidade no início da quarentena, escassez de álcool em gel e máscaras cirúrgicas, depois foram máscaras N95, capotes e, atualmente, medicações. Cada episódio foi analisado e dimensionado para não haver falta, estoque suficiente e distribuição adequada. Em nenhum momento faltaram EPIs para a equipe nestes quatro meses de pandemia. Alguns materiais foram adequados, como a confecção de máscaras descartáveis com material chamado SMS, que são esterilizados e distribuídos em cada setor desde que a máscara passou a ser obrigatória no ambiente hospitalar para todos os funcionários.

  • Outros EPIs disponibilizados: respiradores semifaciais, protetores faciais (face shield), óculos de segurança, aventais impermeáveis, dentre outros que se tornaram necessários, para efetiva proteçāo dos trabalhadores.

O pessoal de linha de frente utiliza máscara especial, chamada respirador semifacial, que pode ser reprocessada. E tanto para o pessoal que faz uso contínuo desta máscara, quanto da N95, a equipe tem o suporte da Comissão de Curativos e Lesões por Pressão do Hospital para evitar lesões de pele.

Outras medidas contínuas para proteção da equipe, adotadas, ainda de forma contínua no Monte Sinai:

< >Aferição de temperatura e oximetria diária, para todos os setores (continua sendo realizado).Uso de máscara descartável durante toda a jornada, inclusive em período de descanso. O uso da máscara de tecido só é liberada apenas para ida e volta do trabalho. Disponibilização de dispensers de álcool em gel e álcool a 70% em todos os setores para higienização das mãos e de superfícies. Atualmente ampliada a orientação para limpeza de mesas nos refeitórios, estações de trabalho e colchonetes nas áreas de descanso. Incentivo à própria equipe neste auxílio, destinando maior liberação da equipe de higiene e limpeza para áreas comuns e dedicação aos processos de desinfecção das áreas assistenciais. Incentivo à lavagem das mãos principalmente com água e sabão com freqüência. Medida que foi essencial quando houve escassez do álcool em gel e consolidou a cultura da higienização correta nos diversos setores, além da assistência. Fluxos bem definidos de atendimento aos funcionários com sintomas gripais, desde a necessidade ou não de atestados até o atendimento na emergência do próprio hospital. Fluxos de retorno ao trabalho para funcionários afastados. Afastamento do grupo de risco e gestantes desde o início da pandemia. Alguns já estão na situação há quatro meses e o hospital usou de todos os recursos legais disponibilizados por decreto e até hoje não dispensou nenhum funcionário nestas condições Saúde Ocupacional: orientação via telemedicina para colaboradores; atendimento médico após atestados; acompanhamento de casos suspeitos e positivos com apoio de profissional de Psicologia.Treinamentos orientados e conduzidos pela SCIH são periódicos e convocados sempre realinhando as condutas em cada fase da evolução da pandemia. Lideranças orientadas e sempre treinando os grupos menores.  Campanhas internas de orientação quanto a precauções de contágio tiveram início em fevereiro, evoluíram com as fases de avanço da pandemia e são baseadas nas condutas determinadas pela SCIH e a cada redesenho de fluxos internos. 

Atualmente, o Monte Sinai está no que chama de Fase 3 do enfrentamento da Pandemia de Covid, de transição para um “novo normal” onde a definição de condutas para isolamento do atendimento a fluxos Covid e fluxos de atendimento geral é clara e segura, permitindo a retomada da ativação de todos os setores do hospital, convivendo com a pandemia até a efetiva ação de uma vacina. A retomada gradual e criteriosa das cirurgias eletivas pelo Hospital Monte Sinai teve início em 19 de abril.

Resultados de contaminação entre funcionários.

Em quatro meses de pandemia, apenas 20 dos mais de 1000 funcionários do Monte Sinai testaram positivo para Covid-19. A maioria apenas com sintomas leves, alguns foram internados e receberam cuidados clínicos, nenhum precisou de cuidados intensivos e não há óbitos. Dentre os 20 funcionários, 70% têm outro vínculo empregatício e em nenhum caso foi rastreada possibilidade de contaminação interna. São monitorados os funcionários que tiveram parentes de contato direto infectados.

O resultado é considerado excelente pelo Comitê de Crise, o que o levou a declarar o ambiente  hospitalar como um dos mais seguros contra a infecção da Covid, especialmente devido ao uso permanente de EPIs e cuidados freqüentes de higienização e controle.

.Matéria publicada em 22/07/2020

*Dados referentes a março/junho02020

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2