Serviço de Ombro e Cotovelo do Monte Sinai: um grupo que valoriza a produção científica em Juiz de Fora

A produção científica no Monte Sinai é uma tradição que não perde força. Reunindo profissionais referenciados e que não param de investir em conhecimento e novas técnicas, o Centro de Estudos do hospital tem agenda lotada e alguns dos grupos de destaque são da Ortopedia. O GCOC-JF, Grupo de Cirurgia do Ombro e Cotovelo de Juiz de Fora, liderado pelos especialistas Dr. José da Mota Neto, Dr. Adriano Mendes e Dr. Leandro Furtado De Simoni, tem uma atuação diferenciada.

Eles se especializaram ao máximo e buscam manter esse “plus” que confere excelência à esta área de tratamento, distinguindo e projetando Juiz de Fora no cenário Nacional. Além de oferecer técnicas inovadoras, sentiram a necessidade de equalizar a linguagem com outros profissionais numa área em que a multidisciplinariedade é fundamental para a recuperação dos pacientes.  Há cerca de quatro anos, o GCOC, Grupo de Cirurgia do Ombro e Cotovelo de Juiz de Fora, realiza reuniões mensais, às quartas-feiras, para convidados e um grupo frequente de 40 a 50 profissionais, que compreende, educadores físicos, fisioterapeutas, radiologistas, ortopedistas, entre outros profissionais. “Isto permite que cada um exponha seus trabalhos, discuta a interrelação entre as disciplinas, garantindo que o exame complementar seja executado conforme um protocolo específico.Como consequência, uma direta relação entre o fisioterapeuta e o médico cirurgião na prescrição do tratamento, e após, o retorno do paciente ao esporte, acompanhados pelos educadores físicos do nosso grupo, fechando o ciclo e conferindo maior qualidade terapêutica. As aulas do nosso grupo compreendem temas em ombro e cotovelo, não só da área médica masdo tratamento multidisciplinar. Esse ano tivemos aulas de diversos temas, como microfisioterapia, crossfit, papel da genética nas patologias do ombro e cotovelo, reabilitação em ombro e cotovelo, entre outros. O sucesso de público é prova de que estamos no caminho certo”, garante Dr. Leandro Furtado..

O encontro recebe palestrantes de renome nacional e internacional, caso do médico ortopedista, especialista em ombro e cotovelo, de Belo Horizonte, Dr. Glaydson Gomes Godinho,  que além da referência na área de ombro e cotovelo, concorre a presidência da Sociedade Brasileira de Ortopedia. Os principais ganhos que o grupo promove na Ortopedia, em Juiz de Fora, está na oportunidade de ouvir especialistas deste nível e disseminar a expertise entre os participantes do grupo multiprofissional, além de uniformizar a linguagem, sendo fundamental na hora de prescrever ou executar tratamentos.

“Dr. Glaydson é uma inspiração e referência para todos em nosso grupo. Convidado pelo Grupo de Ombro e Cotovelo de Juiz de Fora, nosso professor não mediu esforços para vir a nossa cidade nos presentear e prestigiar com duas brilhantes palestras, com temas interessantes em ombro e cotovelo. Dr. Glaydson, que, há alguns anos, havia visitado o Hospital Monte Sinai, se surpreendeu com o crescimento do Hospital, com o Centro Médico Monte Sinai e com o crescimento do Grupo de Ombro.”, explica Dr. Leandro Furtado, que foi aluno do Dr. Glaydson em Belo Horizonte onde realizou seu fellow em ombro e cotovelo.

Em sua palestra no Hospital Monte Sinai, Dr. Glaydson abordou o tema“ Artroplastia Reversa do Ombro”. O GCOC-JF, Grupo de ombro do Hospital Monte Sinairealiza esse procedimento há mais de 5 anos no Hospital Monte Sinai, com diversos pacientes já operados, apresentando uma melhora considerável a qualidade de vida destes pacientes.

   

A artroplastia reversa do ombro é um procedimento que utiliza uma prótese de ombro desenvolvida em 1985, pelo médico Dr. Paul Grammont, para o tratamento da artrose do ombro associada a lesões extensas do manguito rotador, na qual as próteses anatômicas não conseguiam restaurar a estabilidade e mobilidade da articulação. Apesar de já ter sido desenvolvida há mais de 30 anos, com o desenvolvimento da engenharia médica e consequente evolução dos implantes, essa prótese só se popularizou no Brasil nos últimos anos, proporcionando melhora da função do ombro neste grupo de pacientes. A vantagem do desenho dessa prótese é que propicia o  alongamento do úmero e o retensionamento do músculo deltoide, para que pacientes que apresentam lesões extensas do manguito rotador, mesmo assim, possam ter uma melhora da força, do movimento do ombro e, consequentemente, melhora da sua qualidade de vida.Os resultados do uso desse tipo de implante, publicados na literatura ortopédica, concentram‐se no seu uso em pacientes com Artropatia do manguito rotador e apresentam bons resultados funcionais e alívio da dor neste grupo de pacientes.

Outro tema abordado pelo Dr. Glaydson Godinho que a equipe do Ombro e Cotovelo já utiliza rotineiramente em Juiz de Fora, foi o tratamento das lesões do ombro por videoartroscopia. Esse procedimento, similar à cirurgia minimamente invasiva, já é utilizada rotineiramente pela equipe do Monte Sinai. Com incisões de aproximadamente 1 cm,câmeras, cânulas, vídeo e outros materiais específicos, a equipe de cirurgia do ombro e cotovelo do hospital Monte Sinai, consegue tratar as lesões do manguito rotador, lesões tendinosas, lesões labiais, luxações do ombro, ressecções óssea, transferências musculares, tendinopatias do bíceps, lesões de impacto e outros reparos de ombro e cotovelo, garantindo recuperação mais rápida, menos morbidade e risco para o paciente.

A próxima reunião do grupo já está programada e acontece no dia 13/12/17, às 19h30, no Centro de Estudos Monte Sinai. Vai abordar o tema “Highlights de um Shouder Fellowship na França”, palestrante Dr. David Gomes, coordenada pelo Grupo de Ombro do Hospital Monte Sinai.

Inscrições gratuitas pelo telefone (32) 2104-4445 ou pelo e-mail centrodeestudos@hospitalmontesinai.com.br.

 

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2