Stents absorvíveis estão entre as novidades da angioplastia coronária

A primeira angioplastia coronária com stent bioabsorvível foi realizada na Hemodinâmica do Monte Sinai recentemente. “Este tipo de stent está entre as principais novidades do procedimento de angiologia coronária e o dispositivo é feito de um plástico especial que reage quimicamente em contato com a parede dos vasos sanguíneos, elimina a gordura e é reabsorvido”, explica o cardiologista intervencionista Antônio José Muniz. 
    
A angioplastia coronária com implante dos stents clássicos ou farmacológicos (a molinha que esmaga a placa de gordura contra a artéria coronária) já é realizada tanto pelo SUS (Sistema Único de Saúde) como está no rol de tratamentos modernos cobertos pelos planos de saúde. Muniz informa que “apesar de suscitar discussões quanto à sua vantagem em relação à cirurgia de revascularização miocárdica ou tratamento clinico otimizado, a decisão deve sempre ser resolvida entre o medico e o paciente”. A modernização dos stents, porém, amplia o nível de segurança dos procedimentos endovasculares, como argumento favorável para as técnicas hemodinâmicas, como demonstra o cardiologista intervencionista. “O stent, chamado de BVS, é a novidade dos novos bioabsorvíveis recentemente liberados pela Anvisa. O Hospital Monte Sinai se antecipou e já realizou o primeiro implante em um paciente com duas artérias coronárias obstruídas com total sucesso”, coloca Antônio Muniz.

Ele explica que os stents são de um tipo de um plástico especial (um polímero) de uso biológico que, em contato com a parede dos vasos sanguíneos, reagem quimicamente, sendo trasformado em água e dióxido de carbono, deixando os vasos livres das placas gordurosas e do próprio stent, que serviu como uma espécie "molde" quando foi implantado. A reabsorção começa seis meses após o implante e desaparece em até dois anos, sem deixar qualquer sinal do seu uso prévio. Essa tecnologia não provoca novo risco ao organismo. ”Além disso, tem-se como um dos efeitos do uso desse polímero, a diminuição do risco de formação de coágulos no local do stent, levando a uma trombose tardia”, finaliza Muniz.

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2