Timectomia: técnica inovadora recupera paciente de Miastenia em menos de 48 horas

Cristiane Pereira da Silva, de 26 anos, funcionária do setor de RH do Monte Sinai tinha tudo para perder boa parte da juventude numa luta contra suas limitações, impostas por um diagnóstico de Miastenia, há 10 anos. Mas as coincidências do destino deram um rumo diferente à sua história, chegando, hoje, ao que se pode chamar de final feliz. Esse desfecho ocorreu no dia 11 de maio, quando Cristiane fez uma vídeo-cirurgia de retirada do timo, uma timectomia, no Hospital Monte Sinai. O procedimento devolveu-lhe os movimentos das pálpebras, o fortalecimento de braços e pernas e a visão.

 

A cirurgia foi realizada pelo Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital e também coroou de sucesso uma inovação na técnica. A antiga era feita através de uma secção no osso externo, ou seja, de peito aberto, anteriormente indicada para o quadro da paciente. No procedimento por vídeo, que durou apenas uma hora, foram necessários apenas três orifícios de 1,5 cm, com alta hospitalar em menos de 48 horas.

Os médicos revelam que a miastenia é afecção autoimune, produzindo anticorpos que fazem o organismo produzir a doença. A Miastenia ataca a placa mioneural, os músculos começam a relaxar, provoca displopia (visão dupla), queda da pálpebra (ptose pálpebra), alteração da tonalidade da voz, desânimo, disfagia (dificuldade para engolir), além de comprometimento da respiração. Mesmo diante deste quadro, Cristiane sentiu-se segura por trabalhar no hospital e ter completa interação com a instituição, o que também ajudou ainda mais na sua rápida recuperação. A paciente saiu da sala de cirurgia sem necessidade de respiração mecânica.

 

Desistir nunca

 

Cristiane era uma jovem cheia de planos, até que sua vida começou a mudar aos 15 anos, quando começaram os sintomas, visão dupla e queda das pálpebras. Mesmo com dificuldades, ela continuou os estudos, com ajuda de uma amiga. Até que um dia parou de falar. Mesmo tratando-se com medicamentos, tinha períodos de crise, com grandes dificuldades de fala e locomoção. A doença só avançava e já provocava também uma osteopenia, podendo desencadear uma osteoporose.

 

Em meio a crises, internações e medicamentos de uso constante, Cristiane nunca desistiu de estudar e trabalhar. Cursando Administração, com formatura prevista para o final do ano, trabalha no Hospital Monte Sinai há quatro anos e sua dedicação garantiu-lhe a confiança e o crédito da instituição. Em contato com a neurologista Fabiana Veloso, que lembrou de Cristiane num de seus períodos como paciente no Hospital Universitário, teve a notícia de que seu problema podia ser curado com cirurgia e a encaminhou à equipe da Cirurgia Torácica do Monte Sinai.

 

Preparada

 

O resultado veio em menos de 24 horas. ?Minha visão, que era embaçada, melhorou 100% e a pálpebra voltou ao normal logo que voltei da anestesia?, contou a alegre Cristiane, que deixou o Hospital dias antes da previsão de alta. ?A rapidez da minha recuperação foi uma surpresa até para os médicos?, comemorou.

 

De volta às atividades normais, depois de 11 anos de limitações, um de seus sonhos é fazer exercícios físicos e se movimentar. Cristiane promete que agora ninguém a segura mais, é pura energia.

 

Como Chegar Marker

Urgência, emergência,
atendimento ambulatorial e visitas a unidades fechadas (utis)

Rua Vicente Beghelli, 315

pacientes internados, visitantes e acompanhantes

Avenida Presidente Itamar Franco
(antiga Av. Independência), 4000

fornecedores e entregas

Rua Antônio Marinho Saraiva, s/n

Heliponto

Latitude: 21º 46' 862" Sul
Longitude: 043º 21' 887" Oeste

Copyright © 2004 Hospital Monte Sinai. Todos os direitos reservados. Endereço: Av. Presidente Itamar Franco 4000, Cascatinha - Juiz de Fora/ MG CEP: 36033-318 / Telefone: (32) 2104-4455 / (32) 2104-4000

Quality Safaty - Hospital Monte Sinai
Desenvolvido por: Logohandcom2